Palmas: o que conhecer na capital do Tocantins

Palmas, o que conhecer na capital do Tocantins, uma cidade jovem , ruas largas e arborizada

 

Palmas, na região norte de nosso país, é um luar surpreendente! O que me levou à capital do Tocantins, na verdade, foi a expedição que fiz ao Jalapão – já tem texto meu sobre essa viagem aqui. Eu tinha muita curiosidade de conhecer a cidade, então, foi uma boa oportunidade. E, depois que fui lá, super recomendo: Reserve pelo menos dois dias para conhecer Palmas antes ou depois de passear pelo Jalapão.

Sobretudo, leia também sobre o meu roteiro no Jalapão:

Jalapão, um roteiro incrível de 6 dias

Palmas é uma cidade cidade jovem e planejada. De fato, a sua construção tem o  objetivo de ser a capital do também jovem Estado do Tocantins. Isso mesmo: o Tocantins completa 32 anos neste ano de 2021. O Tocantins nasce em 1989, resultado da divisão do Estado de Goiás. No entanto,   depois de separados, Goiás se mantem na região centro-oeste enquanto Tocantins passa a compor a região norte.

A princípio, a primeira capital tocantinense é a cidade de Miracema do Tocantins. Já Palmas começou a ser construída em 1989 e só foi concluída em 1990, quando passou a ser a capital definitiva do Estado.

Ademais, além de jovem, Palmas é bonita e arborizada, tem ruas largas e trânsito calmo e, de quebra, ainda é a porta de entrada para conhecer o Parque Nacional do Jalapão – quer coisa melhor?

Bem, a essa altura, você pode perguntar se vale a pena turistar em Palmas… Para mim, vale demais! Embora seja uma capital, a cidade proporciona muito contato com a natureza e isso me encanta. Em especial, gostei bastante de conhecer as praias de rio. Vamos lá?

 

O que conhecer na Praça dos Girassóis em Palmas

 

Praça dos Girassóis - Com 571 mil m², é a maior da América Latina e e a segunda maior praça urbana do mundo

Sobretudo, a Praça dos Girassóis é a maior atração de Palmas TO

 

Com 571 mil m², a Praça dos Girassóis é a maior da América Latina. Além disso,  é a segunda maior praça urbana do mundo – só perde para a Praça Merdeka, que fica em Jacarta, na Indonésia. A saber, 800 operários trabalharam para erguer a praça, que foi inaugurada em 2000.

Além de cartão postal de Palmas, ela é um complexo arquitetônico que reúne as sedes dos três poderes públicos estaduais:

O Palácio Araguaia (Poder Executivo);

A Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (Poder Legislativo);

O Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (Poder Judiciário).

Além do mais, as Secretarias de Governo também estão distribuídas nas alas leste e oeste da praça. Assim como outros monumentos e obras de arte fazem parte da estrutura da Praça dos Girassóis. Sobretudo, tudo isso acontece em homenagem ao povo de Tocantins, e com o objetivo de a contar a sua história.

 

Palácio Araguaia

 

Palácio Araguaia - Projetada pelos arquitetos Maria Luci da Costa e Ernani Vilela, a sede do Poder Executivo Estadual levou apenas 13 meses para ser construído

Definitivamente, o Palácio Araguaia é destaque da Praça dos Girassóis

 

Projetada pelos arquitetos Maria Luci da Costa e Ernani Vilela, a sede do Poder Executivo Estadual levou apenas 13 meses para ser construída. Com arquitetura moderna, ocupa uma área de 14 mil metros quadrados.

Em primeiro lugar, chamam atenção as Frisas nas paredes externas do palácio, bem como a fachada com arcos em tijolos de tonalidade marrom – uma referência à Igreja  de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em Natividade, construída pelos escravos no período colonial.

Além disso, o prédio tem ainda importantes obras artísticas em seu interior, como os vitrais com temas religiosos e os Painéis de Lutas e das Conquistas, que contam a história do Tocantins mesmo antes da sua criação.

 

Brasão de Armas do Estado do Tocantins

Ao visitar a Praça dos Girassóis, procure pelo brasão de armas tocantinense, localizado nas fachadas norte e sul do Palácio Araguaia. As obras, criadas pelo artista Gilberto França, são feitas em fibra de vidro e ferro e medem 5,50 metros de altura, ficando a 14 metros do chão.

Entretanto, não apenas o brasão está na fachada da sede do governo, como também ele está presente no calçamento da Praça dos Girassóis, próximo à entrada sul do Palácio Araguaia. São 29 metros de altura por 21 metros de largura, todo em pedras portuguesas de tonalidade escura.

Sem dúvida, é interessante saber o significado por trás dos símbolos:

  • O sol faz referência ao Estado nascente, Tocantins;
  • Os traços brancos remetem à paz de Deus que reina nessa terra;
  • O amarelo alude ao rico solo tocantinense;
  • As faixas azuis, direcionadas para cima, representam os rios Araguaia e Tocantins;
  • A estrela de cinco pontas representa a condição do Estado do Tocantins como parte da Federação Brasileiras;
  • A coroa de louros é um reconhecimento ao valor dos tocantinenses que transformaram o sonho de autonomia em realidade.

Por fim, além de trazer a data de instalação do Estado de Tocantins (1º de janeiro de 1989), o brasão tem também uma frase escrita em tupi-guarani: “CO YVY ORE RETAMA” – ou seja, “Esta terra é nossa”.

 

Cascata

 

Cascata - Localizada na área sul da praça, representa a riqueza natural do Tocantins

Sobretudo, a cascata em frente ao Palácio Araguaia é muito bela

 

Localizada na área sul da praça, representa a riqueza natural do Tocantins. Afinal, rios abundantes e cachoeiras compõem a natureza tocantinense. Ocupando 1.200 m², é ladeada por pedras que reproduzem as formações rochosas da Serra do Carmo, assim como plantas nativas – o que acaba atraindo inúmeras aves.

Dica: vá ao local de dia e à noite, pois há uma iluminação noturna que deixa o local ainda mais encantador!

 

Centro Geodésico do Brasil (Rosa dos Ventos)

A palavra “geodésico” é referente à forma da Terra. Desta forma, a rosa dos ventos que se encontra no hall de entrada do Palácio Araguaia está ali para marcar o ponto central entre os extremos do nosso país (norte-sul, Leste-Oeste).

Há, entretanto, uma Rosa dos Ventos em tamanho maior, na ala norte da praça. Assim como o primeira, ela também é feita em pedras portuguesas, no entanto, seus pontos cardeais foram feitos em três cores e conta ainda com grafismos dos povos indígenas.

 

Cruzeiro

Este foi o primeiro monumento histórico erguido em Palmas, tendo sido instalada no dia 18 de maio de 1989. Esculpida pelo artesão Arnildo Antunes, a cruz em pau-brasil tem sido o espaço escolhido para celebrar diversos cultos ecumênicos.

 

Frisas

144 placas forma este monumento que conta a história de Tocantins – do período geológico até a realização da primeira missa de implantação de Palmas, seguindo ordem cronológica. Desta forma, o artista plástico Maurício Bentes foi o responsável pelas 56 peças que retratam cenas históricas do Estado. Com certeza, é surpreendente poder caminhar pela história de um povo!

 

Mapa de Tocantins

Certamente, há quem ande pela ala norte da Praça dos Girassóis sem nem se dar conta de que está caminhando sobre o mapa do Tocantins. Entretanto, como a obra é melhor vista do alto, esse engano é compreensível, né? De grande extensão, o monumento vai da escadaria  norte do Palácio Araguaia até poucos metros depois do Monumento Súplica dos Pioneiros.

 

Memorial Coluna Prestes

 

Memorial Coluna Prestes - A obra do arquiteto Oscar Niemeyer marca a passagem da Coluna Prestes pelo Tocantins nos anos de 1920 e 1930

Memorial Coluna Prestes

 

A obra do arquiteto Oscar Niemeyer marca a passagem da Coluna Prestes pelo Tocantins nos anos de 1920 e 1930. Toda em concreto, a obra tem as curvas sinuosas características do trabalho de Niemeyer e ocupa uma área de 570 m² na ala sudoeste da praça.

O memorial abriga um acervo com 81 peças originais em exposição que conta a história da Coluna Prestes e seus integrantes. Além disso, há uma escultura em bronze do “Cavaleiro da Luz”, representando Luiz Carlos Prestes, e um Teatro de Bolso com capacidade para 87 lugares.

 

Monumento à Bíblia

O monumento ecumênico homenageia a liberdade de culto e credos no território brasileiro. Assim sendo, a escultura do homem segurando a bíblia no alto da cabeça, toda em granito escuro, está no centro da imagem da Rosa dos Ventos.

 

Monumento aos Dezoito do Forte

 

Monumento aos dezoito do Forte -Dezenove esculturas de bronze homenageiam os dezessete militares e o civil que se rebelaram em 1922, em Copacabana

Monumento aos dezoito do Forte

 

Dezenove esculturas de bronze homenageiam os dezessete militares e o civil que se rebelaram em 1922, em Copacabana, insatisfeitos com a República Velha – a 19ª estátua retrata o fotógrafo da cena. Sobretudo para ajudar a ambientar a cena carioca em Palmas, o calçamento em forma de ondas reproduzem as calçadas da Avenida Atlântica e um espalho d’água de fundo azul foram postos no local. As esculturas são de autoria de Maurício Bentes.

 

Monumento de Súplica dos Pioneiros

Em frente ao Cruzeiro, nove esculturas representam os primeiros moradores que ajudaram a construir Palmas. As obras que retratam pais, filhos, filhas e carneiro (uma referência à religiosidade do povo tocantinense) também são de autoria de Maurício Bentes e variam entre 2,36 metros de altura e 71 centímetros. Voltada para leste, a família encontra-se em posição de agradecimento pela oportunidade de conquistar e construir a vida nova no novo Estado.

 

Relógio do Sol

Com seis metros de altura e sessenta metros de diâmetro, é considerado o maior relógio de sol horizontal do Brasil. Todavia, engana-se quem acha que esta atração só deve ser visitada de dia: durante a noite, a haste do ponteiro ajuda a ver a movimentação da constelação do Cruzeiro do Sul.

O arquiteto Silênio Martins Camargo contou com a consultoria do físico do Observatório Nacional Marcomede Rangel Nunes para projetar o relógio.

 

Parques de Palmas

Parque Cesamar em Palmas

Ademais, se você curte áreas verdes, Palmas será um bom destino para você. O Parque Cesamar, por exemplo, é uma reserva biológica de cerca de 97 mil m², contando com um lago, área de lazer, orquidário e pedalinho. Há ainda pista de corrida em meio a mata típica do cerrado, pistas de skate e bicicross e academias ao ar livre. E o melhor: o parque está aberto todos os dias, das 5h às 23h.

 

Parque Cesamar, - é uma reserva biológica de cerca de 97 mil m², contando com um lago, área de lazer, orquidário e pedalinho

Parque Cesamar

 

Dentro do parque fica a Casa Suçuapara. Inicialmente sede da primeira Prefeitura e Câmara Municipal de Palmas, hoje funciona um museu no local. A Casa da Cultura abriga o acervo histórico da cidade que retrata vários de seus momentos ao longo do tempo. A Casa abriga também a Associação dos Amigos do Patrimônio Cultural de Palmas (AAPCP) e a Academia Palmense de Letras (APL).

 

Parque dos Povos Indígenas

Já no segundo semestre de 2017, foi inaugurado o Parque dos Povos Indígenas com o objetivo de resgatar a cultura e história desses povos. O local escolhido já havia sediado o Jogos Mundiais dos Povos Indígenas e serve como marco para o compromisso de dar continuidade com a cultura desses povos.

Localizado na região norte da cidade, o parque tem extensão total de 17 quilômetros, cobrindo as áreas verdes dos córregos Sussuapara e Brejo Comprido até o lago. Com isso, um corredor ecológico foi formado tanto para o tráfego de animais como para instalação de equipamentos esportivos e culturais.

 

Praias em Palmas no Tocantins?

Em primeiro lugar, eu sei que é estranho falar sobre as praias de Palmas quando o mapa nos mostra que Tocantins não tem saída para o mar, ok? Porém, eu preciso contar que, estando lá, achei maravilhosas as praias… de água doce!

Felizmente, o forte calor que faz na cidade pode ser amenizado pelas praias encontradas no lago formado pela represa da Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães ou Hidrelétrica do Lajeado com as águas do Rio Tocantins. Algumas delas:

 

Praia da Graciosa

 

Como chegar a Ilha do Canela

Como chegar a Ilha do Canela

 

A mais famosa é a Praia da Graciosa, especialmente no final do dia, quando turistas e locais curtem o pôr do sol sobre o Rio Tocantins, aproveitando os bares flutuantes da área.

Além disso, é da praia da Graciosa que saem os barquinhos para a Ilha do Canela (veja abaixo). E é lá também onde estão localizados vários bares e restaurantes para curtir durante o dia e à noite.

 

Praia da Graciosa - A praia mais famosa de Palmas e o melhor lugar para curtir o por do sol.

Praia da Graciosa

 

Praia da Prata

Já a mais procurada é a Praia da Prata, mais distante do centro da cidade – é preciso ir de carro. Mas é uma delícia curtir o comes & bebes praticamente dentro da água!

 

Praia do Caju

Da mesma forma, a Praia do Caju também fica mais afastada do centro e tem boa estrutura de receptivo. Assim como também é um lugar delicioso para tomar um banho no lago e relaxar.

Nos chamou atenção que a parte da praia reservada para banho fica dividida por redes. Ao perguntarmos o motivo, fomos informados que é para proteção dos banhistas, pois há muitas pirinhas na região.

 

A Praia do Caju fica afastada do centro, e é uma excelente opção para tomar banho no Rio e relaxar

Praia do Cajú

 

Praia dos Buritis

Por fim, a Praia dos Buritis tem um único ponto negativo: é que ela fica em um condomínio fechado e o acesso é restrito.

 

Ilha do Canela

Mas me apaixonei mesmo foi pela Ilha do Canela onde curti momentos de muito relaxamento e paz. A partir da Praia da Graciosa, pega-se uma embarcação para fazer a travessia de 10 minutos. Leia tudo sobre a Ilha do Canela no artigo abaixo:

Ilha do Canela, paraíso ou oásis em Palmas

 

Além disso, os arredores de Palmas

Quem vai a Palmas para, de lá, conhecer o Jalapão, com certeza irá conhecer as Cachoeiras do Roncador e Escorrega Macaco – eu falo mais sobre elas no meu texto sobre a expedição que fiz.

Aliás, conhecer o Taquaraçu, distrito no qual estão essas cachoeiras, é quase uma obrigação para os amantes da natureza. É que há ao menos 82 cachoeiras por lá e essas duas são apenas as mais famosas. A cerca de 30 km da capital, vale a pena conhecer esse lugar que abriga as mais belas quedas d’água do Tocantins.

 

Sobretudo, onde se hospedar em Palmas

Em Palmas, eu fiquei hospedada no Hotel Girassol Plaza e adorei a experiência. Pense num lugar delicioso, com atendimento especial e infraestrutura top! Além disso, melhor nem falar sobre a comida…Gostei tanto do Hotel Girassol Plaza que fiz um artigo especifico sobre ele, leia abaixo:.

Hotel Girassol Plaza, localização privilegiada em Palmas

E talvez você esteja se perguntando como eu encontrei essa hospedagem, estou certa? Pois a resposta é simples: eu recorro ao Booking para achar a melhor opção custo-benefício – e portanto, recomendo que você faça o mesmo!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre Palmas? Enfim, eu espero que sim e que considere visitar a capital do Tocantins em breve, especialmente combinando com a expedição ao Jalapão!

Principalmente, quero agradecer ao nosso guia em Palmas e no Roteiro do Jalapão, o Mante, “o melhor guia do Jalapão”.

 

Acima de tudo, leia também os artigos abaixo sobre outras capitais do Brasil:

Belo horizonte, o que conhecer em 3 dias

Florianópolis, conheça a Ilha da Magia de Norte a Sul

Passeios gratuitos e imperdíveis em Salvador Ba

8 atrações para conhecer em Campo Grande MS

 

 

Veja posts com dicas para planejar sua viagem!

Em seguida, baixe meus e-Books gratuitos:

E book - 10 dicas para arrumar sua mala de viagem
E book check list de viagem

Faça suas reservas com meus parceiros:

  • E, para viajar com tranquilidade, faça seu SEGURO VIAGEM com a SEGUROS PROMO.

Encontre sua hospedagem

Reserve aqui o seu carro

Compre ingressos sem fila

15 de maio de 2020

Sobre Mim

Sou uma viajante apaixonada pelo mundo. Trabalhei 30 anos no ramo financeiro e hoje me realizo como microempresária e criadora de conteúdo de viagem. Como viajante, conheço 42 países e 20 estados brasileiros. Meu propósito nas redes sociais, é compartilhar minha experiência e aprendizado de viagem e de vida, com meus clientes e seguidores, com o objetivo de ajudar a todos a realizarem os seus sonhos de viagem.

De Onde Sou

Gostou da viagem? Deixe um comentário sobre a experiência!

 

6 Comentários

  1. Nani

    Ótimo post! Eu amei conhecer Palmas e o Japão!

    Responder
    • Norma

      Eu também gostei muito Nani, e continua acompanhando que ainda esse mês estarei postando tudo sobre o Jalapão. Obrigada mesmo pela participação.

      Responder
  2. Nani

    Ops! Japão não… JALAPÃO… Risos

    Responder
    • Norma

      Japão deve ser bom também..kkk, mas eu entendi..Grata.

      Responder
  3. Ma

    Interessante suas dicas de Palmas a capital do Tocantins, jamais pensei em visitar, nao fazia ideia do que tinha por la…

    Responder
    • Norma

      O Brasil sempre nos surpreende né Ma? E com Palmas, não foi diferente. Eu gostei muito de ter conhecido.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe esse artigo!

Mostre a seus amigos o seu possível próximo destino.

Compartilhe esse post!

Mostre a seus amigos seu possível novo destino.