Swiss Pass: quanto custa e vale a pena?

Bilhete Swiss Pass, quanto custa e vale a pena?

O Swiss Pass foi muito útil em minha viagem pela Suíça. Como eu já disse em outro post (leia aqui), foram 13 cidades visitadas nos 17 dias em que tive a oportunidade de realizar o sonho de conhecer o país. E todos os trajetos internos foram feitos de trem, com alguns trechos de barco. Então, adquirir esse bilhete foi importante.

Ademais, esse bilhete múltiplo pode ser usado em toda rede de transporte suíça. Assim, ônibus, tram (trem elétrico) e barcos (os ferries lacustres) também o aceitam. Com ele, você chega a até 75 cidades da Suíça e utiliza o  transporte público em qualquer horário.

Inclusive, ele garante descontos ou até mesmo a gratuidade em passeios para subir montanha e em diversos museus – cerca de 480, para ser sincera! Se você precisar pegar cable car ou funicular para subir alguma montanha, pode pagar nada ou até metade do preço. Um dos exemplos mais emblemáticos é o Gornergrat, o passeio mais popular de Zermatt. Igualmente, passeios de barcos, de maneira geral, são gratuitos ou têm desconto no bilhete. Por isso, se informe!

 

Um dos teleféricos mais incríveis do mundo - Monte Titlis

Um dos teleféricos mais incríveis do mundo – Monte Titlis

 

É válido dizer ainda que há gratuidade também nas rotas cênicas de trem pela Suíça. Ou seja, você faz o Golden Pass, Swiss Chocolate Train, Glacier Express e Bernina Express pagando apenas para reservar o assento!

Ademais, deixo a dica de que outros trens pela Europa também beneficiam quem tem o Swiss Pass com descontos e tarifas especiais. É o caso do TGV Lyria e CityNightLine (rota de/para a Suíça).

 

Swiss Pass, quanto custa e vale a pena?

Meu bilhete Swiss Pass

 

Swiss Pass: Faça um orçamento comparativo

 

Swiss Pass Faça um orçamento comparativo

Minha vigem no Bernina Express com o SWISS PASS

 

Agora, eu preciso avisar logo: comprar o Swiss Pass não será um investimento barato! Mas é exatamente assim que você deve considerá-lo ao planejar sua viagem: um investimento. É importante, portanto, colocar na ponta do lápis a expectativa de sua despesa para confirmar se vale a pena adquirir o bilhete.

Depois de definir as cidades que você quer conhecer, bem como os trajetos a serem feitos, acesse o site da SBB (a companhia suíça de transportes). É lá que você vai descobrir o valor de cada trecho, assim como ver os horários.

A dica aqui é selecionar bilhetes de segunda-classe e sem direito a nenhum desconto. Igualmente, informe se o bilhete é apenas para ida ou ida e volta. Tome nota de todos os valores e some-os para saber o total.

Pronto: agora é só comparar o total acima com quanto sai a compra do Swiss Pass! Lembrando que você paga uma única vez para usar o cartão múltiplo, podendo usá-lo por um período de tempo determinado.

Tipos de Swiss Pass

Analise os tipos de Bilhetes Swiss Pass antes de comprar

Swiss Pass – O incrível trem panorâmico Glacier Express

Quantos dias você vai permanecer na Suíça? Qual será o seu roteiro no país? E o mais importante: com que frequência você planeja usar a rede de transporte local nos seus trajetos?

Uma primeira categoria a ser levada em conta é a classe – as opções são primeira e segunda. Honestamente, não vejo tanta diferença assim entre elas. A menos que você precise de mais espaço para a bagagem ou queira maior exclusividade.

A grande questão, ao meu ver, é decidir pela compra do bilhete por período contínuo ou por período flexível. No primeiro caso, o bilhete vale por 3, 4, 8 ou 15 dias consecutivos a partir do momento da sua validação. Essa é uma boa opção para quem já tem um roteiro de viagem bem estruturado ou vai usar o transporte diariamente.

Já no segundo caso, o bilhete também vale por 3, 4, 8 ou 15 dias, mas pode ser usado pelo período de um mês. Como visto, é uma opção que dá mais liberdade para mudanças no roteiro ou até mesmo o não uso diário do transporte público.

Há ainda uma boa opção para quem viaja acompanhado dos filhos de 6 a 16 anos: o Swiss Family Card. Com este cartão, a criança acompanhada pelo pai ou pela mãe não paga – se for outro familiar, paga 50%. E a criança com menos de 6 anos não paga nada. De qualquer forma, é só informar o número de crianças no ato da compra.

Por último, os jovens de 15 a 26 anos têm um desconto especial de 15% na compra de qualquer Swiss Pass.

Dicas importantes sobre o Swiss Pass

 

Mas é claro que valeu a pena comprar o Swiss Pass

Passeio de barco em Lugano com o Swiss Pass

 

Muita atenção no ato da compra do Swiss Pass, pois ele é pessoal e intransferível. Assim, o titular assina o bilhete e, desta forma, somente ele irá utilizar o mesmo.

Igualmente importante é ter em mente que o Swiss Pass é exclusivo para turistas, ou seja, os residentes na Suíça e Liechtenstein não podem adquirir. Nem que seja para acompanhar familiares na viagem! Inclusive, a apresentação do passaporte é obrigatória.

Sem dúvida, algo que irá facilitar a sua vida é o fato de que o cartão é ilimitado. Assim, você embarca e desembarca a qualquer hora, em qualquer local, em qualquer modal de transporte e até repetindo trajetos se quiser. Gostou dessa liberdade?

De maneira geral, não é necessário fazer reserva de assento, pois os transportes são espaçosos e dificilmente lotam. A menos que você esteja viajando com um grupo grande, aí vale a pena reservar o assento para que todos fiquem próximos.

Por outro lado, rotas de trem panorâmico, que são turísticas e não têm a mesma regularidade, como o Glacier e o Bernina Express, têm necessariamente que reservar assento.

Sobre a validade do seu Swiss Pass, fique esperto: a partir do ato da compra, você deve usá-lo no período máximo de seis meses. Além disso, é preciso validar o bilhete antes de começar a viajar. Desta forma, preencha os  dados, como número de passaporte e a data de início do uso, e se dirija a um guichê em qualquer estação.

 

O SBB Móbile

 

SBB Móbile - O incrível aplicativo de transportes da Suíça

O incrível aplicativo de transportes da Suíça: SBB Móbile

 

Importante ressaltar que o aplicativo SBB móbile é essencial para quem deseja fazer uma viagem de trem na Suíça. Principalmente porque ele fornece todas as informações sobre os trens, tais como: horários, trechos, estações, duração da viagem, conexões, tempo estimado para troca de conexões. E pasmem: tudo lá funciona rigorosamente no horário, não tem erro!

Logo, fica muito fácil viajar assim, né?

Onde e como comprei o meu SWISS PASS?

 

Onde e como comprei o meu Swiss Pass

Minha viagem de Bernina Express com Swiss Pass

 

Depois de ler bastante e fazer o orçamento comparativo, comprei o meu bilhete de Swiss Pass no site da Rail Europe. Além disso, foi lá também que fiz as reservas para o Bernina Express. Os bilhetes chegaram até mim pelo correio.

Mas fique ligado, pois cometi um erro na hora da reserva e acabei reservando um trecho que não era obrigatório e paguei por isso. Todavia, o site não me avisou que não era necessário reserva para aquele trecho. Acabei descobrindo sozinha, fazendo pesquisas.

Logo que os questionei, eles confirmaram a informação. Solicitei, então, o ressarcimento do valor, mas não recebi integral. Ou seja, tive um prejuízo. E ainda tive que devolver tudo pelo correio, portanto, tive mais custos. Fiquei chateada incialmente, mas depois entendi que foi um aprendizado.

Desta forma, tenha muito cuidado ao emitir o seu SWISS PASS e ao fazer reservas de assento nos trens panorâmicos.

Valeu a pena, Norma?

 

Mas é claro que valeu a pena comprar o Swiss Pass

Mas é claro que valeu a pena comprar o Swiss Pass!

 

Eu respondo essa pergunta com muita tranquilidade: com certeza! Primeiro, porque andar de transporte público na Suíça é realmente algo muito tranquilo, pois eles são pontuais e limpos, confortáveis e espaçosos. Sem contar que levam até as principais atrações do país, incluindo aeroportos.

No fim, para a nossa viagem, foi também importante ter o Swiss Pass para economizar e pela praticidade. Não, a Suíça definitivamente não é um destino barato. No entanto, essa é uma das formas possíveis de economia e que ainda traz benefícios. Além disso, tem a vantagem de não ser necessário comprar um bilhete para cada trajeto.

Mas preste bastante atenção, já que o Swiss Pass tem validade para um período. Daí, basta se assegurar dos horários do transporte desejado, o destino estabelecido e comparecer à estação no horário.

E, não esqueça,  mantenha o seu bilhete sempre com você. Não há catracas na Suíça, mas isso não quer dizer que não haja nenhuma fiscalização. De tempos em tempos, um agente de transporte público passa pedindo a apresentação do ticket com o passaporte. E é melhor evitar problemas!

Sobretudo, amei viajar no BERNINA EXPRES, em uma das rotas panorâmicas mais bonitas do mundo. Foi inesquecível! Mas vou contar mais sobre isso em outro post.

 

Minha viagem com o Bernina Express

Minha viagem no Bernina Express

Vistas impressionantes nas rotas de trem na Suíça

Essa vista foi na Rota do Bernina Express. Uma parada para fotos. 

E o que você sabe sobre Seguro Viagem Nacional e Internacional?

Lembre-se, é fundamental a contratação de Seguro Viagem quando o destino for Internacional. Entretanto, o Seguro Nacional também trás segurança e tranquilidade na sua viagem. Assim, leia o artigo abaixo, e saiba porque contratar.

Seguro viagem Internacional ou Nacional: Por que contratar?

 

Leia aqui os artigos sobre nosso roteiro na Suíça, usando o SWISS PASS.

Suíça, um país apaixonante

Zurique, a maior cidade da Suíça

Liechtenstein, um pequeno e lindo principado

St Moritz, uma cidade de sonho

Lugano, um pedaço da Itália na Suíça

Lucerna, uma vila medieval na Suíça

Interlaken, um destino perfeito na Suíça

Spiez, veja mais belezas do cantão suíço de Berna

Montreux, o que fazer na Riviera Francesa

Berna, um dia de passeio na Capital da Suíça

Lausanne, o que conhecer em um dia

Zermatt, saiba o que conhecer

 

Veja posts com dicas para planejar sua viagem!

Em seguida, baixe meus e-Books gratuitos:

E book - 10 dicas para arrumar sua mala de viagem
E book check list de viagem

Faça suas reservas com meus parceiros:

  • E, para viajar com tranquilidade, faça seu SEGURO VIAGEM com a SEGUROS PROMO.

Encontre sua hospedagem

Reserve aqui o seu carro

Compre ingressos sem fila

1 de dezembro de 2020

Sobre Mim

Sou uma viajante apaixonada pelo mundo. Trabalhei 30 anos no ramo financeiro e hoje me realizo como microempresária e criadora de conteúdo de viagem. Como viajante, conheço 42 países e 20 estados brasileiros. Meu propósito nas redes sociais, é compartilhar minha experiência e aprendizado de viagem e de vida, com meus clientes e seguidores, com o objetivo de ajudar a todos a realizarem os seus sonhos de viagem.

De Onde Sou

Gostou da viagem? Deixe um comentário sobre a experiência!

 

18 Comentários

  1. Nathalia

    Preciso concordar com você, o teleférico do Monte titlis, é um dos mais incríveis do mundo mesmo!!! Fiquei impressionada quando visitei. Concordo com você, acho que o swiss pass vale a pena sim, ainda mais em um local onde tudo funciona perfeitamente né? Saudades de visitar a Suiça, viajei pelo seu post

    Responder
    • Norma

      Tudo muito perfeito naquele lugar. E o Swiss Pass ajuda bastante.

      Responder
  2. Letícia

    A Suíça é um destino de tirar o fôlego e as suas fotos estão maravilhosas! Amei seu post sobre o Swiss Pass. É o tipo de dica de amiga viajante haha! Eu também curto esse tipo de bilhete e espero comprar quando fizer a minha viagem pra Suíça – um sonho meu também! Obrigada pelo post, Norma!

    Responder
    • Norma

      Obrigada Leticia. Procuro fazer o melhor. E realmente o Swiss Pass vale a pena.

      Responder
  3. Deyse

    Oi Norma, mas que super dica!! Conhecer 13 cidades em apenas 17 dias, é incrível! Adorei a dica do Swiss Pass e com certeza eu também usaria, pois amo conhecer o máximo que puder de cada lugar quando viajo.. E acho que essa é uma forma excelente de visitar as cidades de maneira otimizada! Estou amando as suas dicas da Suíça!

    Responder
    • Norma

      Pois é Deyse, isso só foi possível porque foi na Suíça. As distâncias são pequenas, viajar de trem é rápido e pratico, além da tão conhecida pontualidade. E o Swiss Pass foi fundamental para tudo dar certo.

      Responder
  4. Van

    A Suíça é muito linda! Eu imagino como realmente foi uma viagem dos sonhos, espero um dia conhecer, dica anotada pois vou usar e abusar do Swiss Pass!

    Responder
    • Norma

      Espero realmente que você tenha oportunidade de conhecer Van. Tem lugares incríveis por lá..

      Responder
  5. Ângela Martins

    Que super viagem! Destino dos meus sonhos! Adorei as explicações sobre o Swiss Pass!

    Responder
    • Norma

      Muito obrigada Ângela. Precisando de qualquer informação, é só perguntar.

      Responder
  6. Cintia Grininger

    Ainda não conheço a Suíça mas sei que não é um país barato, por isso toda dica para economizar é bem-vinda! Muito esclarecedor esse post sobre o Swiss Pass, pois para economizar é preciso planejar bem e com antecedência, exatamente como vc fez. E vendo essas fotos lindas, que vontade deu de viajar novamente….

    Responder
    • Norma

      Muitas saudades das viagens também. E concordo que para viajar tem que ter planejamento sim.

      Responder
  7. Diego

    Esses passes ajudam demais durante uma viagem. Quando eu for para a suissa com certeza usarei o Suiss Pass. Adorei as dicas

    Responder
    • Norma

      Ajudam mesmo Diego, apesar de caro compensam tanto financeiramente quanto na logística. Obrigada a você.

      Responder
  8. Daniela Schneider

    Oi norma, gostei muito do seu post, foi um dos mais bem explicados que já li. Estive na Suíça ano passado e pesquisei bastante sobre o Swiss Pass e também achei que vale o investimento. Compramos o nosso na estação em Zurique, nossa primeira parada.

    Responder
    • Norma

      Que legal Daniela, eu comprei on line e recebi em casa. E que bom que gostou do post.

      Responder
  9. Sylvia Leite

    Muito útil a sua postagem sobre o SWISS PASS. Ótimas dicas. Você fez uma bela viagem. Tudo anotado para quando eu for à Suiça.

    Responder
    • Norma

      Realmente foi uma viagem muito especial mesmo Sylvia. E se precisar de mais informações, é só perguntar.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe esse artigo!

Mostre a seus amigos o seu possível próximo destino.

Compartilhe esse post!

Mostre a seus amigos seu possível novo destino.