Igreja do Bonfim, local de fé em Salvador

Igreja do Bonfim, um local de fé e agradecimento em Salvador Bahia

A Igreja do Bonfim é um dos locais mais visitados de Salvador. Inclusive, os turistas que visitam a capital baiana não resistem à tentação de amarrar uma fitinha no gradil do lado de fora da construção. Afinal, pelo sim e pelo não, todos preferem garantir o maior número de pedidos ao santo!

Ao contrário de outras igrejas católicas, esta também reúne pessoas de diferentes crenças religiosas. Em especial, no dia da Lavagem do Bonfim, uma das maiores festas populares da Bahia – já, já eu falo mais sobre isso!

Por ora, vou começar dizendo que a história da Igreja do Bonfim em Salvador começou do outro lado do Atlântico – precisamente, em Setúbal, Portugal.

História da Igreja do Bonfim

Theodózio Rodrigues de Faria, capitão-de-mar-e-guerra da marinha portuguesa e nascido na cidade portuguesa, trouxe as imagens do Senhor Jesus do Bonfim e de Nossa Senhora da Guia. Isso porque sobreviveu a uma tempestade na travessia entre os países e precisava pagar sua promessa feita aos santos.

Assim, a imagem chegou ao Brasil em 1745. Mas a construção da capela que a abrigaria começou em 1746 e só terminou em 1754. Outras datas importantes:

  • A partir de 1792, a festa de Nossa Senhora da Guia começou a ser celebrada após os festejos do Senhor do Bonfim;
  • Em 1809, as fitinhas do Bonfim passaram a ser distribuídas e logo viraram marcas importantes da identidade baiana!;
  • O Papa Pio XI elevou a capela a Basílica Menor em 1927;
  • O Museu dos ex-devotos foi criado em 1954 e é onde os devotos deixam objetos trazidos como símbolos de sua fé. O Museu dos ex-devotos, é composto de  três ambientes: a sala dos milagres, o salão de artes sacras e as alfaias (paramentos litúrgicos).

Aproveite e leia também os artigos abaixo sobre outros destinos religiosos:

Igreja São José, ponto turístico imperdível em BH

Santuário de Aparecida: O que conhecer

Igreja do Bomfim: No alto da Colina Sagrada

Igreja do Bonfim, um local de fé e agradecimento em Salvador Bahia

Igreja do Bonfim na colina sagrada e a Praça

No alto da Colina Sagrada, a Igreja do Bonfim encontra-se na Península de Itapagipe. A região, que engloba cerca de 14 bairros da Cidade Baixa, teve maior importância nos anos após o surgimento de Salvador. Por isso, concentra pontos marcantes da cultura baiana e monumentos históricos. E ainda tem uma paisagem linda!

Inclusive, a Colina Sagrada esteve em reforma nos últimos anos como primeira etapa de uma obra maior – já falo mais sobre isso.

A Praça do Largo do Bonfim, que fica próxima ao santuário da basílica, passou por revitalização total e ampliação. Agora, a sensação é que a praça e a escadaria da igreja estão ligadas. E a pavimentação do local é feita de mosaico e grafismos marcados no piso em pedra portuguesa.

Mas cuidado: o trânsito também mudou! As vias que ficavam em frente à escada principal da Igreja do Bonfim deixaram de existir. Por isso, é preciso fazer o retorno no fundo do templo.

Restauração da parte interna da Igreja do Bonfim

Da mesma forma, parte do interior da Basílica do Senhor do Bonfim foi restaurada nessa etapa. O restauro incluiu as portas de acesso às sacristias, tribunas, molduras dos óculos do forro e pilastras decoradas. Além desses, também:

  • Capela-mor;
  • Cobertura;
  • Retábulo do altar-mor e do forro;
  • Escada atrás do nicho;
  • Instalações elétricas.
Igreja do Bonfim, um local de fé e agradecimento em Salvador Bahia

A maravilhosa igreja do Bonfim – Pinturas e arquitetura

O estilo neoclássico e a fachada em rococó da igreja seguem o modelo das igrejas portuguesas dos séculos XVIII e XIX. Além disso, conta com belos afrescos e azulejaria do século XIX. Três detalhes merecem destaque:

  • A pintura do forro da nave, feita por Antônio Joaquim Franco Velasco;
  • Os painéis da sacristia e dos corredores laterais, de autoria de José Teófilo de Jesus;
  • E, no altar-mor, a imagem de Cristo trazida de Portugal em meados do século XVIII.
Igreja do Bonfim, um local de fé e agradecimento em Salvador Bahia

Altar da Igreja do Bonfim

Igreja do Bonfim: Mudanças após reforma

O Santuário do Senhor do Bonfim passou por algumas mudanças entre 2018 e 2020. Isso porque, com a canonização de Irmã Dulce, o governo local planeja se firmar no turismo religioso.

A revitalização do entorno da Igreja do Senhor do Bonfim, então, faz parte da criação do Caminho da Fé. Nos planos da Prefeitura, um corredor liga a basílica às Obras Sociais da santa, no Largo de Roma.

Assim, a Avenida Dendezeiros se transformou em um local de peregrinação de fiéis. Bancos e 14 totens que representam a Via Crúcis de Jesus, bem como a história de Irmã Dulce e Senhor do Bonfim, foram instalados ao longo do 1,1 km do trajeto. Além disso, houve obras estruturais e de paisagismo para recepcionar os turistas.

Leia também o artigo abaixo que conta sobre o Memorial e Santuário Santa Dulce dos Pobres:

Irmã Dulce: Memorial e Santuário Santa Dulce

Como citei acima, a primeira etapa da reforma focou na Praça do Largo e na igreja em si, ou seja, na Colina Sagrada. Já a segunda etapa, voltou-se para a parte baixa da Colina.

Igreja do Bonfim, um local de fé

Praça do Largo da Igreja do Bonfim

A área ganhou um novo Velário e a Casa da Água Benta. Aliás, esta última conta agora com um painel do artista plástico Bel Borba. Além disso, rampas e escadarias foram reposicionadas para seguir o conceito de acessibilidade universal.

Também houve implantação de paisagismo, nova pavimentação e iluminação em LED. E, por fim, construiu-se um estacionamento público com pista exclusiva para ônibus, bem como vagas para vans e motocicletas.

A seguir, o que considero mais importante sobre a Igreja do Bonfim.

Sala dos Milagres

Igreja do Bonfim, um local de fé e agradecimento em Salvador Bahia - Sala dos Milagres

Sobretudo, visite a Sala dos Milagres na Igreja do Bonfim

A Sala dos Milagres é um lugar muito especial e é a pura representação da fé. Principalmente porque é lá que estão guardados os objetos doados por pagadores de promessas. Ou seja, pessoas que alcançaram alguma graça ou milagre e o atribuem ao Senhor do Bomfim. Um lugar que emociona e nos faz refletir sobre a vida, a fé, o amor e a gratidão.

No local, observamos objetos como: fotos, diplomas, exames médicos, imagens, moldagens em cera representando o corpo humano (pernas, braços, cabeças etc.) e os mais variados itens.

Como é aberta à visitação, sugiro uma passada na Sala dos Milagres, localizada no lado direito do altar mor.

Igreja do Bonfim e a tradição dos pedidos

Quem visita a Bahia não volta para casa sem uma fita colorida amarrada no pulso. Às vezes, no tornozelo. E tem gente até que amarra dessas fitas na mala de viagem para marcá-la!

Segundo manda a tradição, é preciso amarrar uma fitinha nos portões da Igreja do Bonfim para ter seus pedidos atendidos. Mas, se você não acredita em superstições, pode aproveitar o efeito para tirar uma bela foto.

O colorido das fitas e a posição privilegiada da Igreja do Bonfim tornam o clique mais bonito. E se for um dia de sol então… você terá tirado a sorte grande!

A prática tem origem no costume de se usar tiras de roupas de santos para ter sorte ou proteção. Como ficou difícil encontrar as roupas de santos com o tempo, a solução foi recorrer às tiras coloridas mesmo.

A priori, o material das fitas era seda. Já o nome do santo era gravado com prata ou ouro. Posteriormente, a fita passou a ser de algodão, com letras bordadas por mulheres ligadas à igreja. Atualmente, as fitas são em nylon ou poliéster e sua inscrição carimbada com tinta preta.

Ademais, há um detalhe curioso: os baianos usam e vendem as fitas, mas as compram em São Paulo!

Como fazer os seus pedidos com a fitinha do Bonfim

Então, se você quer ter seus desejos atendidos, muita atenção às instruções que vou passar a seguir! Envolva o pulso esquerdo duas vezes com a fita e dê três nós. A cada nó, faça um pedido em silêncio. Os desejos tornam-se realidade no dia em que a fita se partir espontaneamente.

Por último, há um detalhe muito importante: alguém deve lhe presentear a fita do Senhor do Bonfim. Ou seja, você não deve comprá-la.

Mas, vou ser sincera, compro as minhas toda vez que vou lá, amarro no gradil da Igreja e faço os três pedidos a que tenho direito por tradição.

Igreja do Bonfim - a tradição dos pedidos e do agradecimento

Assim, a importância da tradição dos pedidos na Igreja do Bonfim

Festa da Lavagem do Bonfim

Igreja do Bonfim e a sua tradicional lavagem

Assim, a Lavagem do Bonfim é uma tradição na Bahia

No mês de janeiro, a segunda quinta-feira após o Dia de Reis marca uma das maiores comemorações populares da Bahia. Logo, não pense que é exagero: a Lavagem do Bonfim só perde para o carnaval!

Ritual que se repete desde 1773, ele sempre começa com uma procissão em frente à Igreja da Conceição da Praia em direção à Igreja do Bonfim. Ademais, é um costume usar branco no trajeto de 8 km.

Igreja do Bonfim e a sua tradicional lavagem - saída da Igreja da Conceição

Lavagem do Bonfim – Saída da Igreja da Conceição

As baianas e suas saias rodadas também são presenças constantes. Aliás, são as baianas que derramam a água de cheiro na escadaria e no átrio da Igreja do Bonfim, assim como na cabeça dos fiéis. Se o ritual parecer estranho num primeiro momento, saiba que ele prova a fé e a esperança dos devotos.

Igreja do Bonfim e a sua tradicional lavagem

Especialmente, as baianas são personagens importantes da Lavagem do Bonfim

Igualmente importante é o som de cânticos africanos tal qual a bênção dada pelo capelão da Igreja do Bonfim a todos os presentes. Pois é: trata-se de um dos eventos religiosos que assinalam o sincretismo da Bahia.

Cuidados para aproveitar  a festa tranquilamente:

  • Use protetor solar e chapéus para se proteger do sol;
  • Lembre-se que o verão soteropolitano é bem quente, portanto, beba água;
  • Cuidado com os seus pertences, já que estará em um local público bem movimentado.

Depois de se purificar e fazer os seus pedidos para o ano, não deixe de comer um acarajé quentinho. E, calma, não peça acarajé quente para a baiana, senão poderá ter surpresas…

Curiosidades que envolvem a Igreja do Bonfim

Igreja do Bonfim - a tradição dos pedidos e do agradecimento e da roupa branca

A tradição de vestir branco sempre que se vai a Igreja do Bonfim

  • Sexta-feira é o dia em que os baianos devotos do Senhor do Bonfim costumam visitar a Igreja.
  • Por isso, sexta-feira é dia de vestir branco em Salvador.
  • Entre 30 a 40 mil pessoas costumam visitar a Igreja do Bonfim na última e na primeira sexta-feira do ano.
  • Vestir branco ao visitar a igreja também é uma tradição.
  • Não importa quantas vezes visitar a Igreja, em todas elas o baiano irá comprar a fitinha, amarrar na gradil e fazer os seus pedidos.
  • Durante o ano inteiro, independente da festa do Bonfim, pessoas fazem o percurso da Igreja da Conceição até a Igreja do Bonfim (a pé ou correndo) para pedir e para agradecer.
  • As pessoas levam carros, animais e objetos para serem benzidos na Igreja do Bonfim, normalmente, pedindo proteção.
  • Não importa a religião, a Igreja do Bonfim é um lugar de fé. Enfim, um grande exemplo de sincretismo religioso.
  • Ir a Salvador e não conhecer a Igreja do Bonfim é como se não tivesse visitado a cidade. Ou seja, a visita é obrigatória.

Entorno da Igreja do Bonfim

Se você quiser estender o seu passeio pela Cidade Baixa, saiba que a Igreja do Bonfim está próxima a outros lugares igualmente imperdíveis. Desse modo, você pode planejar um dia inteirinho para explorar melhor a região.

Por exemplo, você pode aproveitar para dar um pulo no Mercado Modelo. Cartão postal da cidade, já sediou a alfândega por conta da sua localização privilegiada. Hoje, abriga mais de 250 lojas de artesanato local. É, então, o melhor lugar para comprar lembrancinhas, doces, obras de arte etc.

E ainda visitar o Elevador Lacerda, que fica bem em frente ao Mercado Modelo.

Elevador Lacerda - Atração Imperdível em Salvador Ba

Igualmente, não deixe de visitar o Elevador Lacerda

Outras atrações imperdíveis na Cidade Baixa

A Sorveteria da Ribeira é outra atração importante da Cidade Baixa. Os sorvetes de frutas tropicais vendidos lá são imperdíveis. Sem contar a vista linda da orla da Ribeira!

Em especial após a revitalização, o lugar ficou ainda mais encantador. É quase como estar em uma cidade do interior com crianças brincando na rua e pessoas sentadas na orla com seus sorvetes! Sem dúvida, a Baía de Itapagipe, com sua semelhança a um balneário, vai encantar você!

Baía de Itapagipe - Salvador - Ba

Logo, vá conhecer a Baía de itapagipe

Além disso, você pode esticar o passeio até o casarão Solar Amado Bahia. Completamente restaurado, ele abriga não apenas um espaço cultural para eventos, como também o Museu do Sorvete e uma deliciosa sorveteria da empresa Sorvetes Real. Vale a pena ver de perto os detalhes da restauração, bem como pagar a taxa pelo tour interno.

Por fim, não deixe de visitar a Ponta de Humaitá. De preferência, vá para apreciar um lindo pôr do sol curtindo a Baía de Todos os Santos, Salvador e Itaparica. Prometo que você não vai se arrepender!

E aproveite para almoçar em algum restaurante na Ribeira. Dessa forma, leia o post sobre ¨Comida Baiana: conheça 20 pratos da Bahia e escolha o seu para provar a imperdível comida baiana.

Já viu que a visita à Igreja do Bonfim vale a pena por vários motivos, né?

Leia também outros destinos e atrações imperdíveis no Brasil

Holambra, o que fazer na capital das flores

Jalapão, roteiro de 6 dias

Lençóis Maranhenses, 3 dias no oásis nordestino

Veja minhas visitas a museus pelo mundo:

Se for viajar, veja esses posts com dicas para planejar sua viagem:

Em seguida, baixe meus e-Books gratuitos:

E book - 10 dicas para arrumar sua mala de viagem
E book check list de viagem

Encontre sua hospedagem

Reserve aqui o seu carro

Compre ingressos sem fila

  • E, para viajar com tranquilidade, faça seu SEGURO VIAGEM com a SEGUROS PROMO.
Seguro Viagem: Brasil
GTA BRASIL 18 GTA BRASIL 18 Assistência médica R$ 18.000 Bagagem extraviada R$ 600 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
AC 15 BRASIL AC 15 BRASIL Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 5/dia*
AC 15 BRASIL +COVID19 AC 15 BRASIL +COVID19 Assistência médica R$ 15.000 Bagagem extraviada R$ 500 (COMPLEMENTAR) R$ 7/dia*
  • Enfim, COMPRE tudo que vai precisar para a sua VIAGEM na AMAZON.COM.

29 de janeiro de 2021

Sobre Mim

Sou uma viajante apaixonada pelo mundo. Trabalhei 30 anos no ramo financeiro e hoje me realizo como microempresária e criadora de conteúdo de viagem. Como viajante, conheço 42 países e 20 estados brasileiros. Meu propósito nas redes sociais, é compartilhar minha experiência e aprendizado de viagem e de vida, com meus clientes e seguidores, com o objetivo de ajudar a todos a realizarem os seus sonhos de viagem.

De Onde Sou

El Quarto

Seguros Promo

Passagens Promo

Ofertas

ADS

Seguros Promo

Seguro Viagem: Europa
AC 35 EUROPA AC 35 EUROPA Assistência médica EUR 35.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 16/dia*
AC 60 EUROPA AC 60 EUROPA Assistência médica EUR 60.000 Bagagem extraviada EUR 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 17/dia*
CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) CORIS 30 EUROPA BASIC +COVID19 (EXCETO EUA) Assistência médica EUR 30.000 Bagagem extraviada EUR 1.000 R$ 23/dia*

Amazon.com

ADS

Ofertas

Gostou da viagem? Deixe um comentário sobre a experiência!

20 Comentários

  1. Eurídice

    Dicas excelentes, como já conheço a região fiquei ainda mais encantada com os seus registros fotográficos e comentários.

    Responder
    • Norma

      Obrigada Eurídice. Bom demais receber esse retorno. Fico feliz

      Responder
  2. Ana Lúcia

    Excelente resumo histórico e cultural da Igreja do Senhor do Bonfim e do seu entorno.

    Responder
    • Norma

      Muito Obrigada Ana. Bom demais ouvir um feed back desse. Grata

      Responder
  3. Nathalia Geromel

    Que lindo o seu post ! ainda não tive a oportunidade de conhecer a igreja do bonfim em Salvador, mas adorei todo o resumo sobre a história que você fez e as fotos

    Responder
    • Norma

      Oh Nathalia. Muito obrigada. Por toda a tradição e história, é um lugar obrigatório para conhecer, para quem vem a Salvador.

      Responder
  4. Deyse

    Adorei o seu post! Que texto lindo sobre a Igreja do Bonfim em Salvador! Eu sou louca pra conhecer Salvador e toda a sua riqueza histórica e cultural. E a igreja do Bonfim está no meu roteiro. Como ela é linda!! Amei! Obrigada!

    Responder
    • Norma

      Obrigada a você Deyse. Salvador realmente merece ser visitada e quando vier aqui farei questão de recebe-la. Grata pelo retorno

      Responder
  5. Diego

    Estava em Salvador esses dias, fui a trabalho e queria muito ter tido tempo para conhecer a Igreja do Bonfim. Na próxima irei com certeza, adorei as dicas e fotos

    Responder
    • Norma

      Oh Diego, na próxima coloca na tua prioridade. vale á pena.

      Responder
  6. VICTORIA

    Quanta dica interessante sobre a Igreja do Bonfim! Adorei saber mais da história do local e curiosidades. Nosso Brasil é um lugar abençoado de lugares maravilhosos, não é mesmo?

    Responder
    • Norma

      Sim Victoria, é mesmo. Nosso Brasil é privilegiado e temos que valorizar cada cantinho dele.

      Responder
  7. Angela Martins

    Adorei seu post sobre a a Igreja do Bonfim. Visitei e fiquei impressionada com a demonstração de fé dos frequentadores.

    Responder
    • Norma

      Tem razão, é um lugar que emociona mesmo. Independente da sua fé. Vale demais à visita.

      Responder
  8. GISELE

    A Igreja do Bonfim é um local de fé em Salvador bastante visitado mesmo, tive o prazer de conhecer na única oportunidade que tive de visitar Salvador. Seu interior é lindo e preservado, na época não colocávamos as fitinhas no portão da igreja, preciso voltar para tirar uma linda foto lá e fazer meus pedidos na amarração da fita.

    Responder
    • Norma

      Que bom que conhece e gostou. E é sempre muito bom voltar a um lugar com tantas boas energias. E claro, fazer os seus pedidos.

      Responder
  9. CINTIA VAZ

    A primeira vez que eu coloquei uma fitinha dessa no pulso eu tinha 16 anos e fiz os 3 pedidos e esperei cair. Demorou mais de 5 anos pra ela cair. foi desfiando fio a fio, mas eu não queria forçar (ja esperei ate agora). Minha colega, caiu na semana sequinte. A minha demorou tanto que quando caiu eu já não lembrava mais o que tinha pedido kkkkk Essa igreja é linda! Ainda quero muito conhecer. Só fui até Porto Seguro não cheguei a conhecer Salvador. Mas ainda quero muito conhecer! Lá tem muita história!

    Responder
    • Norma

      Precisa mesmo conhecer Cintia e quanto vir, farei questão de recebê-la e mostrar as belezas de nossa cidade. Grata por comentar.

      Responder
  10. Sylvia Leite

    A Igreja do Bonfim é um lugar mágico como toda Salvador. Não lembro quando fui lá pela primeira vez. Era muito pequena. E tenho voltado sempre. Sua postagem me deixou com saudade.

    Responder
    • Norma

      Oh Sylvia, então precisa voltar para relembrar suas memórias de infância.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe esse artigo!

Mostre a seus amigos o seu possível próximo destino.

Compartilhe esse post!

Mostre a seus amigos seu possível novo destino.